Seguro Auto

O seguro auto é a modalidade mais comercializada no Brasil e protege o veículo contra diversos riscos, podendo ser contratada coberturas e serviços adicionais com assistência 24 horas.
Seguro Auto: O Guia Completo

compartilhe este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O que é seguro auto?

O seguro auto nada mais é do que a proteção para o seu automóvel (veículo). O cliente e a seguradora firmam um contrato que chamamos de apólice de seguro, que tem vigência de um ano.

Após as definições de coberturas, será especificado o valor do prêmio, que é a taxa referente a proteção do veículo. Esse valor pode ser pago em uma taxa única ou dividido em parcelas mensais.

A Apólice de seguros garante a indenização ou ressarcimento de prejuízos previstos como:

    • Roubo e furto,
    • Problemas mecânicos,
    • Incêndio,
    • Acidentes de trânsito,
    • Fenômenos climáticos: granizo, inundações, alagamento, entre outras;
    • Assistência 24 horas
    • E muito mais

As coberturas são optativas e podem ser incluídas ou retiradas conforme a necessidade de cada cliente.

Por que fazer?

Os condutores estão constantemente expostos a diversos riscos e os índices de furto e roubo continuam elevados.

Nem sempre o veículo roubado consegue ser recuperado e em muitos casos é encontrado sem as peças originais, causando um prejuízo irreparável ao proprietário.

Outras situações são registros de enchentes e alagamentos em períodos de chuvas, você pode ser surpreendido durante um engarrafamento e não ter tempo de deslocar o seu veículo ou talvez tenha estacionado na rua ou em garagem passível de ser alagado.

O seguro também oferece coberturas adicionais como guincho, chaveiro, troca de pneus, troca de vidros, carro reserva entre outras opções, para te resguardar de eventuais imprevistos do dia a dia.

O seguro vai garantir a preservação do seu patrimônio ou te indenizar em casos de perda parcial ou total por roubo e furto ou acidentes irreparáveis.

Como contratar?

A maneira mais segura de se contratar um seguro auto é através de um corretor de seguros qualificado e habilitado pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP).

É ele quem irá fazer as cotações em uma ou mais seguradoras, considerando as suas necessidades de forma a definir o melhor plano para você, conciliando serviços e valores.

O corretor é o profissional que representa o segurado junto à seguradora e auxilia em todas as etapas de contratação do seguro, seja você pessoa física ou jurídica.

Quanto custa um seguro auto?

A seguradora calcula o valor do seguro com base em alguns critérios e você vai perceber que quanto maiores os riscos, maior será também o valor.

Vamos listar abaixo os principais fatores que detém influência na definição do valor do seu seguro:

    • Valor, modelo e ano do carro;
    • Quantidades e quais tipos de coberturas deseja incluir;
    • Perfil do condutor ou condutores do veículo em questão (endereço da sua residência, idade, gênero, profissão, tempo de carteira, estado civil, entre outros);
    • Frequência de utilização do veículo;
    • Garagem e estacionamento (se são cobertos ou não).

É possível personalizar o serviço escolhendo as proteções mais comuns aos riscos que você frequentemente pode vir a enfrentar.

Qual o melhor seguro auto?

O melhor seguro auto é aquele que te oferece coberturas com base em suas reais necessidades.

Se você conduz habitualmente todos os dias em área de muito trânsito e alto índice de acidentes, seria interessante contratar serviço de colisão com cobertura para terceiros.

Se no bairro ou cidade em que reside ou trabalha há muitos registros de roubo e furto, faz sentido contratar cobertura para esse fim, já que a apólice de seguro garante a indenização ou ressarcimento do seu veículo.

Agora se você quer ter total comodidade e deseja conduzir sem nenhuma preocupação, pode contratar os serviços 24 horas opcionais para te auxiliar desde a troca de um pneu até o reboque do seu veículo em casos mais extremos.

Os serviços adicionais como carro reserva é interessante se você trabalha com o seu veículo e não pode ficar sob nenhuma hipótese sem ele ou aumento da quilometragem para utilização de guincho, se você percorre uma grande distância de casa para o trabalho por exemplo.

Um bom seguro deve corresponder a sua realidade e te resguardar dos menores e maiores riscos que esteja exposto diariamente. Não faz sentido contratar cobertura contra enchentes se sua região não apresenta esse risco, concorda?!

O ideal, é que você faça mais de uma cotação, de preferência com o auxílio de um corretor, pois, algumas seguradoras oferecem assistências e coberturas que incluem mais serviços ou segurança que outras.

Por isso, o recomendado é contar com a ajuda do corretor de seguros e avaliar qual o melhor custo benefício que atende o seu perfil.

Seguro ou proteção veicular?

Em resumo, o segurado paga determinado valor, chamado de prêmio, e se ocorrer um sinistro, a seguradora precisa honrar com as condições da indenização descritas na apólice contratada.

As seguradoras são fiscalizadas pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) que é uma autarquia da Administração Pública Federal brasileira que supervisiona o mercado de seguros através de fiscalizações, controle e liberação de autorização para funcionamento.

Segundo a SUSEP cooperativas e associações que comercializam produtos conhecidos popularmente como “proteção veicular” não possuem autorização para comercialização de seguros.

Para saber mais sobre a diferença entre seguro e proteção veicular clique aqui.

Quais são as melhores seguradoras para automóveis?

Com base na classificação do Reclame Aqui, seguem abaixo as seguradoras que obtém melhor classificação por seus usuários:

Há no mercado de seguros várias seguradoras e produtos especializados para essa modalidade. 

Para saber mais sobre seguro para Uber clique aqui.

Atualmente é possível fazer seguro para carros adquiridos em leilões. No entanto, as seguradoras podem se recusar a fazer este tipo de seguro e as condições podem ser um pouco diferente das convencionais. 

Para saber mais sobre seguro par ade carro de leilão clique aqui

O que é franquia de seguro?

A franquia é o valor que o segurado deve desembolsar caso ele acione a seguradora para cobrir danos resultantes de um acidente (sinistro) em que tenha se envolvido.

Esse valor é cobrado apenas para o concerto do carro já que em casos de perda total o segurado recebe a indenização do bem perdido.

Como funciona a franquia de seguro?

Quando o valor do dano sofrido ultrapassa o valor da franquia é que vale a pena acioná-la.

Por exemplo, se em uma colisão, danificou a mecânica do carro e para repará-la o custo é de R$ 3.000,00 e a franquia é R$ 1.000,00, você pagará o valor da franquia e a seguradora arcará com o restante.

Se a apólice comtempla acidentes contra terceiros, ao acionar o seguro para esse fim, a taxa de franquia não será requerida, já que a seguradora assume todo o ônus desde que o valor não ultrapasse o acordado em contrato.

Essa conduta garante o maior cuidado com o veículo por parte do proprietário e evita que os condutores se arrisquem desnecessariamente por acreditar que o seguro irá cobrir com todos os gastos.

Tipos de Franquia

A escolha da melhor franquia vai depender do histórico de direção do condutor. Abaixo, seguem as descrições de cada tipo para auxiliar na hora de cotar o seguro:

É a mais comum nas cotações iniciais, nessa modalidade a seguradora estabelece o valor que será oferecido.

Geralmente é mais cara do que a básica é indicada para aqueles que se preocupam mais com perda total do que danos parciais. O seguro nesses casos é mais barato.

Normalmente o valor da franquia é mais em conta do que a básica e pode ser necessário ter que desembolsar mais para concertos de pequenos danos. O seguro é mais caro nesta modalidade.

A franquia não é cobrada do contratante e conta com limite de ocorrências, também não são todas as seguradoras que oferecem essa opção e o valor do seguro é ainda mais elevado do que o cobrado na franquia reduzida.

O que fazer em caso de sinistro?

Se você se envolver em um acidente, deverá acionar a seguradora que fará a avaliação dos danos causados.

Após a avaliação se os danos foram parciais e cabíveis de concerto a seguradora irá arcar com os custos conforme previsto na apólice considerando o pagamento da franquia por parte do contratado.

Se o carro for diagnosticado como perda total, a seguradora irá indenizar o contratante geralmente com base na Tabela Fipe e no que foi acordado em contrato. Nesse caso não há pagamento de franquia.

Em caso de perda por furto ou roubo, para solicitar a indenização é preciso registrar um boletim de ocorrência e apresenta-lo juntamente aos documentos pessoais e do carro.

Saiba mais sobre sinistro de carro clicando aqui

Renovação do seguro

A renovação ocorre no fim do prazo de um ano e deve ser realizada no máximo 30 dias após o término de vigência.

Algumas seguradoras contatam seus clientes para lembra-los de renovar o seguro, mas, é melhor você se organizar e não correr o risco de perder o prazo a acabar desprotegido.

Se você não registrou nenhum sinistro ao longo da vigência, durante a renovação será beneficiado com a classe de bônus, que te proporciona descontos no valor do seguro.

Classe de bônus

Certamente já deve ter visto programas de fidelidade em diversas lojas ou companhias com suas promoções. Pois bem, para os seguros não é diferente. 

A classe de bônus são descontos que irá ocorrer a cada renovação do seu seguro e é cumulativa, proporcionando descontos para continuar garantindo a proteção do seu bem. Essa modalidade é mais comum nos seguros de veículo. 

No entanto, se ocorrer um sinistro, será reduzida a classe de bônus. Caso não ocorra sinistro durante a vigência do seguro, na renovação é somado um ponto a mais na classe de bônus e o seu desconto também aumenta. 

Desta forma, se você for aquela pessoa cuidadosa e não sofrer sinistros pode ter descontos excelentes a cada renovação do seu seguro. Aproveite estas condições e aumente os seus benefícios.

Para saber mais sobre classe de bônus clique aqui

É possível cancelar o seguro?

Sim! O contratante pode solicitar o cancelamento, formalizando por carta assinada. Se atente as orientações do seu corretor durante esse processo.

A seguradora poderá reter uma porcentagem do valor do prêmio com base na Tabela Prazo Curto, ou seja, o segurado terá que arcar com os custos de cancelamento.

A seguradora também pode rescindir o contrato nas seguintes situações:

A seguradora poderá cancelar o seu seguro em casos de atraso ou não efetivação do pagamento, sobretudo se for o primeiro.

Se o cancelamento ocorrer em meio a vigência, de acordo com a Susep – Superintendência de Seguros Privados, é restituído ao segurado a parte do prêmio com base no valor proporcionalmente recebido.

Se o segurado teve o carro roubado ou furtado e não conseguiu recupera-lo, após acionar a indenização a seguradora pode cancelar o seu seguro considerando que não há mais veículo para assegurar.

Posso vender o carro e transferir meu seguro?

Nem sempre a data de vencimento do seguro é a data que que trocamos de carro e por isso as seguradoras permitem que a apólice seja alterada tanto de veículo quanto de titularidade. 

Isso significa que se trocou de veículo não significa que terá que fazer outra apólice de seguro, mas sim apenas alterar o veículo coberto e será recalculado apenas se o valor irá alterar. Além disso, normalmente, quando ocorrendo diferença de valor, o mesmo poderá ser parcelado. 

Mas e se quiser alterar a titularidade do seguro? Também é permitido. Os dados do novo titular será recalculado o seguro e da mesma forma poderá ser dividido o valor, a depender da seguradora.

você sabia?

O seu seguro pode ter titular e condutor. Enquanto que o titular ou proprietário é o dono do veículo, o condutor é aquele que conduz por maior parte do tempo o automóvel, normalmente mais de 80% do tempo.

Conclusão

O seguro auto pode representar um valor a mais em seu orçamento, mas com certeza, além da tranquilidade para conduzir, os benefícios valerão muito a pena se considerar que os prejuízos podem ser maiores e até irreparáveis com a falta da proteção.

E não se esqueça! Antes de fechar contrato, se certifique e tenha ciência de tudo que o seu seguro auto cobre e também não cobre, para não restar dúvidas na hora de solicitar os serviços em meio a uma emergência.

Acesse os seguros disponíveis

Artigos Relacionados

Seguro Habitacional - Tudo que você precisa saber

Seguro Habitacional

O seguro habitacional garante a quitação do imóvel financiado no caso de morte e/ou invalidez do contratante e muito mais para os imóveis financiados pelo Sistema Financeiro da Habitação.

Leia Mais
Seguro Condomínio (obrigatório) - Todas informações

Seguro Condomínio

O seguro condomínio é obrigatório pela legislação brasileira e tem por objetivo proteger contra sinistros como incêndio, queda de raio e explosões podendo ter coberturas adicionais.

Leia Mais
Seguro de Vida - Guia Completo

Seguro de Vida

O seguro de vida garante indenização aos seus herdeiros e/ou familiares em caso de morte natural ou acidental e também pode cobrir invalidez permanente, doenças graves, diárias de incapacidade temporária e muito mais.

Leia Mais
Seguro Residencial - O Guia Completo

Seguro Residencial

O seguro residencial é destinado as moradias em gral (casa, apartamento, entre outros) com garantias básicas como incêndio, queda de raio e/ou explosão e diversas opções de coberturas e serviços adicionais como roubo e furto, chaveiro, desmoronamento e muito mais.

Leia Mais

Ebook

Tudo que você precisa saber antes de contratar um Seguro Auto

Tudo sobre seguros - Guia Completo

Tudo Sobre

Seguros

 

Acesse o Guia completo sobre Seguros!